terça-feira, 31 de maio de 2011

Os Principais Números da Série B 2011


Depois da segunda rodada da Série B, apresentamos um pequeno resumo dos números da competição. Confira:

Resumo de jogos e gols

Total de jogos: 20
Total de gols: 53
Média por jogo: 2,65

Vitórias dos mandantes: 10
Vitórias dos visitantes: 03
Empates: 07

Principais artilheiros

02 gols: Pirão (Criciúma)
02 gols: Ricardo Jesus (Ponte Preta)
02 gols: Henrique (Portuguesa)
02 gols: Ribinha (Icasa)
02 gols: Paulão (Ituiutaba)

Renda e público

Total de renda: R$ 797.870,50
Jogos computados: 19
Média por jogo: R$ 41.993,00

Maiores rendas

R$ 203.930,00 – Sport 1x0 Icasa
R$ 71.350,50 – ABC 1x1 Salgueiro
R$ 65.955,00 – Salgueiro 1x1 São Caetano

Menores rendas

R$ 840,00 – Americana 1x1 Duque de Caxias
R$ 2.535,00 – São Caetano 0x2 Ituiutaba
R$ 4.970,00 – Bragantino 1x1 ABC

Total de público: 87.187
Jogos computados: 19
Média por jogo: 4.589

Maiores públicos

18.583 pagantes – Sport 1x0 Icasa
13.105 pagantes – Barueri 3x2 Bragantino
8.399 pagantes – Salgueiro 1x1 São Caetano

Menores públicos

54 pagantes – Americana 1x1 Duque de Caxias
370 pagantes – São Caetano 0x2 Ituiutaba
559 pagantes – Bragantino 1x1 ABC

OBS: Faltam renda e público de Paraná 1x1 Portuguesa.

domingo, 29 de maio de 2011

Revista a Bola com Pôster do ABC

Revista a Bola destaca o ABC. Clique na imagem para aumentar


A Revista a Bola do Radialista de Mossoró, Diassis Linhares foi lançada ontem em Mossoró e Natal. A única publicação do gênero no Rio Grande do Norte está recheada de assuntos do Futebol de Mossoró, do estado e do Brasil.

A edição de número 17 ainda aborda o Campeonato Brasileiro da Série A e da Série B. Traz também reportagem sobre a conquista do bicampeonato estadual do ABC com um pôster especial de qualidade impecável. Essa foto é inédita, feita pelo melhor repórter fotográfico do estado, Frankie Marcone.

Os interessados podem encontrar a Revista a Bola nas bancas da Rodoviária e do Supermercado Nordestão de Lagoa Nova, na Avenida Salgado Filho. Também podem adquirir comigo no seguinte e-mail: marcostrindade76@gmail.com

sábado, 28 de maio de 2011

As estréias do ABC em casa na Série B


No próximo sábado, o ABC inicia sua trajetória em seus domínios em mais uma Série B. O adversário será o Salgueiro. No ano passado, o Alvinegro enfrentou os pernambucanos quatro vezes. Venceu três jogos e empatou o outro. No histórico das estréias em casa, válidas pelo Campeonato Brasileiro Série B, o ABC venceu sete vezes. Empatou quatro e perdeu três partidas. Veja como o Mais Querido se saiu no primeiro jogo em casa:

1971

19 de setembro – ABC 0x0 Ferroviário (PE)

1980

27 de fevereiro – ABC 2x1 Baraúnas

1981

11 de janeiro – ABC 2x2 Náutico

1989

16 de setembro – ABC 2x0 Baraúnas

1991

27 de janeiro – ABC 1x1 Ferroviário (CE)

1992

12 de fevereiro – ABC 0x0 Ceará

1996

04 de setembro – ABC 1x0 Joinville

1997

10 de agosto – ABC 3x0 Santa Cruz (PE)

1998

02 de agosto – ABC 2x1 Paysandu

1999

05 de agosto – ABC 3x0 Remo

2000

13 de agosto – ABC 1x3 CSA

2001

12 de agosto – ABC 0x1 Ceará

2008

10 de maio – ABC 3x2 Vila Nova (GO)

2009

16 de maio – ABC 1x3 Figueirense

sexta-feira, 27 de maio de 2011

ABC x Salgueiro jogam pela 5ª vez

Autor dos gols do último jogo, Leandrão não joga amanhã


Amanhã, o ABC vai fazer a sua estréia em casa diante do Salgueiro. No ano passado, o Alvinegro enfrentou os pernambucanos quatro vezes. Os potiguares venceram três jogos e empataram o outro. Essas quatro partidas foram válidas pela primeira fase e semifinais da Série C. O público pagante dos jogos em Natal foi de 12.597. Média de 6.298 torcedores por jogo. Veja os detalhes dos confrontos:

08/08/2010 – Salgueiro 0x3 ABC (Série C)

Gols: Leonardo, Cascata e Renatinho Potiguar
Árbitro: Cleston Santino Pereira (CE)
Renda: R$ 30.740,00
Público pagante: 4.827
Local: Estádio Cornélio de Barros (Salgueiro-PE)

22/08/2010 – ABC 3x1 Salgueiro (Série C)

Gols: Cascata (2) e João Paulo para o ABC; Edu Chiquita para o Salgueiro
Árbitro: Joaquim Webesther Florenço Martins (CE)
Renda: R$ 55.730,00
Público pagante: 4.591
Local: Estádio Frasqueirão (Natal-RN)

30/10/2010 – Salgueiro 1x1 ABC (Série C)

Gols: Jáckson para o Salgueiro; Jáckson para o ABC
Árbitro: Arílson Bispo da Anunciação (BA)
Renda: R$ 45.268,00
Público pagante: 6.778
Local: Estádio Arruda (Recife-PE)

06/11/2010 – ABC 2x0 Salgueiro (Série C)

Gols: Leandrão (2)
Árbitro: Alício Pena Júnior (MG)
Renda: R$ 136.495,00
Público pagante: 8.006
Local: Estádio Frasqueirão (Natal-RN)

Resumo

Total de jogos: 04
Vitórias do ABC: 03
Vitórias do Salgueiro: 00
Empates: 01
Gols do ABC: 09
Gols do Salgueiro: 02
Saldo pro ABC: 07

Artilheiros do ABC

03 gols: Cascata
02 gols: Leandrão
01 gol: Renatinho Potiguar
01 gol: Leonardo
01 gol: João Paulo
01 gol: Jáckson

Artilheiros do Salgueiro

01 gol: Edu Chiquita
01 gol: Jáckson




ABC x Salgueiro jogam pela 5ª vez





Amanhã, o ABC vai fazer a sua estréia em casa diante do Salgueiro. No ano passado, o Alvinegro enfrentou os pernambucanos quatro vezes. Os potiguares venceram três jogos e empataram o outro. Essas quatro partidas foram válidas pela primeira fase e semifinais da Série C. O público pagante dos jogos em Natal foi de 12.597. Média de 6.298 torcedores por jogo. Veja os detalhes dos confrontos:

08/08/2010 – Salgueiro 0x3 ABC (Série C)

Gols: Leonardo, Cascata e Renatinho Potiguar
Árbitro: Cleston Santino Pereira (CE)
Renda: R$ 30.740,00
Público pagante: 4.827
Local: Estádio Cornélio de Barros (Salgueiro-PE)

22/08/2010 – ABC 3x1 Salgueiro (Série C)

Gols: Cascata (2) e João Paulo para o ABC; Edu Chiquita para o Salgueiro
Árbitro: Joaquim Webesther Florenço Martins (CE)
Renda: R$ 55.730,00
Público pagante: 4.591
Local: Estádio Frasqueirão (Natal-RN)

30/10/2010 – Salgueiro 1x1 ABC (Série C)

Gols: Jáckson para o Salgueiro; Jáckson para o ABC
Árbitro: Arílson Bispo da Anunciação (BA)
Renda: R$ 45.268,00
Público pagante: 6.778
Local: Estádio Arruda (Recife-PE)

06/11/2010 – ABC 2x0 Salgueiro (Série C)

Gols: Leandrão (2)
Árbitro: Alício Pena Júnior (MG)
Renda: R$ 136.495,00
Público pagante: 8.006
Local: Estádio Frasqueirão (Natal-RN)

Resumo

Total de jogos: 04
Vitórias do ABC: 03
Vitórias do Salgueiro: 00
Empates: 01
Gols do ABC: 09
Gols do Salgueiro: 02
Saldo pro ABC: 07

Artilheiros do ABC

03 gols: Cascata
02 gols: Leandrão
01 gol: Renatinho Potiguar
01 gol: Leonardo
01 gol: João Paulo
01 gol: Jáckson

Artilheiros do Salgueiro

01 gol: Edu Chiquita
01 gol: Jáckson



quinta-feira, 26 de maio de 2011

O Alecrim vem forte para a Série D 2011

Leandro Sena foi um dos destaques em 2009


Ontem, a diretoria do Alecrim Futebol Clube esteve no Estádio Machadão observando um peneirão. O intuito dos diretores é descobrir um ou outro talento para compor o elenco do Verdão que vai disputar a Série D a partir de julho.

O certo é que o time esmeraldino já contratou 19 jogadores, que serão confirmados e apresentados para a Imprensa no dia 06 de junho, data da apresentação do grupo.

A melhor notícia dessas contratações, é o fato desses jogadores, terem jogado o estadual deste ano. Quer dizer, são atletas daqui e que todos se conhecem. Um ótimo negócio.

Outra decisão acertada é a confirmação do treinador Berg. A diretoria ainda trabalha o nome de pelo menos três atacantes, que possivelmente não atuaram no estadual potiguar. Pela lista de nomes, que não posso apresentar, o Verdão vem forte outra vez.

terça-feira, 24 de maio de 2011

Os Números do Brasileirão Série B


A primeira rodada da Série B deste ano apresentou bons números. A média de público na casa dos cinco mil pagantes, a média de gols acima de dois gols por jogo, entre outros. Com clubes tradicionais como Sport, Vitória, Náutico e ABC, a Região Nordeste deve levar o maior número de torcedores aos estádios. Confira os principais números da Série B:

Resumo de jogos e gols

Total de jogos: 10
Total de gols: 25
Média por jogo: 2,50

Vitórias dos mandantes: 05
Vitórias dos visitantes: 01
Empates: 04

Principais artilheiros

02 gols: Pirão (Criciúma)
02 gols: Ricardo Jesus (Ponte Preta)

Renda e público

Total de renda: R$ 481.679,00
Jogos computados: 10
Média por jogo: R$ 48.168,00

Maiores rendas

R$ 203.930,00 (Sport 1x0 Icasa)
R$ 65.955,00 (Salgueiro 1x1 São Caetano)

Menores rendas

R$ 840,00 (Americana 1x1 Duque de Caxias)
R$ 4.970,00 (Bragantino 1x1 ABC)

Total de público: 52.589
Jogos computados: 10
Média por jogo: 5.259

Maiores públicos

18.583 pagantes (Sport 1x0 Icasa)
8.399 pagantes (Salgueiro 1x1 São Caetano)

Menores públicos

54 pagantes (Americana 1x1 Duque de Caxias)
559 pagantes (Bragantino 1x1 ABC)

Cidade da Copa com chuva e em greve

Em 2014, essa bandeira pode está manchada


Fico imaginando maio/junho de 2014. Chovendo muito em Natal e os trabalhadores dos órgãos públicos em greve. Você sabe que no período citado, Natal pode está recebendo partidas de futebol da Copa do Mundo. Isso para os que acreditam.

Vem cá, faz dois anos, que falam que as obras do “Estádio Arena das Dunas” estão atrasadas. Hoje a conversa é a mesma. Eu gostaria de perguntar aos políticos e secretários, quando eles vão admitir que realmente as obras estão atrasadas? Quando faltar menos de um ano? É? Deve ser!

Hoje, Natal está toda esburacada. Cadê as obras de mobilidade para a Copa do Mundo? Políticos, vocês continuam enganando.

Eu quero ver num dia de jogo de Copa do Mundo em Natal, que sonho! Assim como o de ontem. Tudo parado, greve para todo lado. Políticos, reajam! Tome alguma atitude em prol do povo.

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Os Números do ABC na Série B 2011

Bandeira do ABC de Natal


Na primeira partida do Alvinegro Potiguar na Série B deste ano, o mesmo usou 14 jogadores. Quatro atletas receberam cartão amarelo. Ninguém foi expulso. O ABC marcou um gol e sofreu também um gol. O time de Natal ocupa a 13ª colocação. O aproveitamento é de 33,33 por cento. Cascata é o artilheiro com um gol marcado.

domingo, 22 de maio de 2011

Quando Berg atuava no América de Natal

Berg nasceu em Natal


Recebi do amigo Ribamar Cavalcante uma foto rara do América. Nela aparece Carlos Gutemberg, hoje treinador do Alecrim. Veja o que diz Ribamar.

Amigo Trindade, se possível, gostaria que fosse registrado no seu "BLOG" a foto do competente treinador, Berg. Essa foto tirei do fundo do Baú. É bom lembrar que Berg foi atleta do América. Na época era conhecido por Osni, por motivo de ser parecido com o atacante do Vitória da Bahia. Em 1978 fazia, ele parte do elenco do time rubro, categoria infantil. Da esquerda para direita. Em pé, Marinho, Suco, Ranier, Silvan, Robério, Berg (OSNI) e Júlio Cesar.

Fonte: Arquivo pessoal: Ribamar Cavalcante.
Agradeço o registro, ex-atleta, Ribamar Cavalcante.



sábado, 21 de maio de 2011

O Aproveitamento do ABC na Série B

O ABC é favorito a permanecer


Historicamente, o aproveitamento do ABC é considerado bom. Conquistou 41,41% dos pontos disputados.

Se o Alvinegro mantiver esse número, o clube natalense conquistará 47 pontos. O suficiente para se manter na Segunda Divisão.

O ABC disputou 14 edições da competição. Este ano, está disputando a 15ª edição.

Para subir para a Série A, precisa entre 55 e 57% dos pontos a disputar. O que corresponde entre 63 e 65 pontos ganhos.

Eu tenho certeza que, ficar na Série B já será de bom tamanho. Subir, melhor ainda.

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Números do novo treinador do Alecrim

Berg tem a chance de disputar a Série D


O novo técnico do Alécrim é o natalense Carlos Gutemberg. Ele no ano passado esteve no Verdão como auxiliar técnico de Ferdinando Teixeira. Berg já treinou vários clubes, inclusive do interior de São Paulo. Veja o histórico dele:

Ficha do treinador

Nome completo: Carlos Gutemberg Duarte de Brito
Data de nascimento: 23 de outubro de 1963
Idade hoje: 47 anos
Local de nascimento: Natal (RN)
Clubes que treinou: Asseplan (RN), Centenário (RN), Bases do Alecrim (RN), Atlético Potengi (RN), Bases do São Caetano (SP), União Suzano (SP), ECUS (SP), Itapirense (SP) e Potiguar de Mossoró (RN)

Números das competições

Centenário 2010 (Estadual)

Pontos ganhos: 23
Jogos disputados: 18
Vitórias: 07
Empates: 02
Derrotas: 09
Aproveitamento: 42,59%
Gols pró: 20
Gols contra: 28
Saldo: -08

Potiguar 2011 (Estadual)

Pontos ganhos: 01
Jogos disputados: 03
Vitórias: 00
Empates: 01
Derrotas: 02
Aproveitamento: 11,11%
Gols pró: 00
Gols contra: 07
Saldo: -07

Centenário 2011 (Estadual)

Pontos ganhos: 10
Jogos disputados: 10
Vitórias: 03
Empates: 01
Derrotas: 06
Aproveitamento: 33,33%
Gols pró: 06
Gols contra: 20
Saldo: -14

Oficial; Berg é o novo treinador do Alecrim

Berg vai comandar o Alecrim na Série D


Ontem, na escalada da noite, houve uma reunião e ficou definido que Carlos Gutemberg será o treinador do Alecrim na Série D do Campeonato Brasileiro deste ano.

Berg fez bons trabalhos no Centenário de Pau dos Ferros no ano passado e este ano. Não teve a mesma sorte no Potiguar de Mossoró no começo do estadual.

É na minha opinião uma boa escolha. Gutemberg prioriza os valores da casa e as categorias de base.

Outra notícia é que o Alecrim não deve contar com os chamados jogadores experientes como João Paulo, Nêgo e Carioca.


quarta-feira, 18 de maio de 2011

Alecrim x Santa Cruz-PE em Goianinha?

Alecrim x Santa Cruz é para ser aqui, no Frasqueirão


Ontem, a CBF divulgou a tabela da Série D. Alecrim e Santa Cruz potiguar vão representar o Rio Grande do Norte.

O primeiro jogo do Alecrim será contra o Santa Cruz de Recife. Como ainda estão falando e dizendo que o Estádio Machadão vai ser demolido, o Verdão busca uma alternativa para mandar esse jogo.

Falam e dizem que a casa do Alecrim vai ser Goianinha. Ontem mesmo, já falaram e disseram que essa partida pode ser em João Pessoa. Ora, pertinho de Recife, a torcida do Santinha em peso. E dinheiro nos cofres do Periquitão.

Quanta ignorância! Visam apenas lucrar. Então, corre a notícia pelo o mundo. Alecrim x Santa Cruz vão jogar em João Pessoa. Por que em João Pessoa? Se Alecrim é de Natal e o Santa Cruz de Recife?

É, Natal não tem estádio. Os políticos trouxeram o primeiro benefício Copa do Mundo. Derrubaram o estádio do povo e dos clubes. O Machadão, claro.

Defendo que essa partida seja no Estádio Frasqueirão. Vou defender sempre. Não faz sentido um clube de Natal, jogar noutro estado, tendo um nesta cidade. Um absurdo! Não me conformo nunca com isso. A FNF não é para permitir isso, não. Os 5% da CBF nesse caso vai para a Federação da PB.

Rapaz, fala sério. Nessa data, data do jogo Alecrim x Santa Cruz, o Machadão ainda estará de pé. Digo isso, por que não acredito nesse povo, político.

Lembram, que disseram e falaram, em 2010 será o último ano de jogos no Machadão. O Machadão vai ser derrubado em abril de 2011. Mentiram, enganaram os torcedores, Imprensa e o povo em geral. Por que agora eu vou acreditar?

Bota esse jogo no Frasqueirão. Ganha o Torcedor, o Alecrim, o ABC, a FNF, a Imprensa, o escambau. Menos os pernambucanos.

Se for em Goianinha, A “mundiça” de Recife vai acabar com Goianinha, aqui já não tem segurança, imagine lá.

terça-feira, 17 de maio de 2011

Por qual motivo o ABC é favorito ao acesso?

"Uma mula sem cabeça acredita"


Um site “especializado” em prognósticos está dando como certo o acesso do ABC para a Série A do Campeonato Brasileiro.

Eu não acredito nessas porcentagens de gente do Sudeste, Sul, nem daqui. Esses caras são uns babacas.

E mais babaca ainda é quem daqui divulga isso acreditando.

O ABC pode até subir, mas não é por causa dessa “estatística bombástica”, não.

E se isso acontecer, será por força de um planejamento feito pelos diretores, em especial, de Flávio Anselmo que usa critérios nas contratações.

Eu não quero nem citar os casos do Fluminense. Lembro que em 2006, o América nunca figurava entre os quatro. E subiu. Antes, em 2005, na Série C, já havia sido do mesmo jeito.

Em 2007, o ABC sofreu nessas contas. Nunca subia. E subiu. No ano passado, nem li o que escreveram sobre a Série C. Devem ter apostado no Criciúma ou Paysandu. O ABC foi campeão.

Esses caras são cruéis demais. Botam dois do Nordeste lá em cima e dois lá no buraco. ASA e Náutico vão cair. Não acredito!

Aliás, eu também não acredito que Natal nunca possa ter tsunami como estão afirmando.

Como acreditar? Há meses, uma segunda-feira amanheceu chovendo muito. Logo cedo os “especialistas” falaram que as chuvas iam cair durante toda a semana. Resultado: por volta do meio dia, parou de chover, passando quase duas semanas de sol. Como acreditar nesse povo?

Era isso.

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Wallyson é tricampeão Estadual de Futebol

Cruzeiro, campeão estadual de 2011. Foto: Federação Mineira


Ontem o Cruzeiro venceu o Atlético Mineiro por 2 a 0. O primeiro gol foi do norte-rio-grandense de Macaíba, Wallyson. Esse resultado deu a Raposa a conquista do Campeonato Mineiro deste ano. O ex-atacante do Potiguar de Parnamirim e ABC jogou 14 partidas e marcou 06 gols.

Essa é a terceira conquista de campeonato estadual do potiguar. Ele foi campeão em 2007 pelo o ABC, paranaense de 2009 pelo o Atlético e agora, mineiro pelo Cruzeiro. Wallyson, rumo à seleção brasileira!


domingo, 15 de maio de 2011

Souza também jogou na Rússia, 2003/2005

Souza na fria Rússia


O meia norte-rio-grandense Souza jogou dois anos na fria Rússia. Ele atuou no Krylia Sovetov de Samara entre 2003 e 2005. Durante o período que atuou na Europra, disputou 66 jogos. Marcou 09 gols. Veja mais:

2003

Jogos: 29
Gols: 06

2004

Jogos: 32
Gols: 03

2005

Jogos: 05
Gols: 00

Resumo

Total de jogos: 66
Total de gols: 09



sábado, 14 de maio de 2011

Gerente de comunicação e marketing do Baraúnas substitui Romário e lembra 2005

Jornalista Carlos Guerra Júnior


Carlos Guerra Júnior foi acionado para entrar no lugar do “Baixinho”, em jogo que envolvia a imprensa nacional em Palmas-TO.

Depois de seis anos, o atacante Romário foi obrigado a lembrar-se novamente do Baraúnas. O jogador, que era o grande destaque do Cruzmaltino em 2005, quando o Vasco perdeu para o Tricolor por 3 a 0 e foi eliminado da Copa do Brasil, se deparou com a camisa do Leão no Congresso da Associação Brasileira dos Cronistas Esportivos (Abrace) realizado em Palmas-TO nesta quinta-feira (12).

Romário foi o convidado especial do jogo entre a imprensa esportiva tocantinense e imprensa esportiva nacional. Logo na entrada, o gerente de comunicação e marketing do Baraúnas, Carlos Guerra Júnior, o recepcionou vestido com a camisa do Leão e brincou dizendo que o ex-jogador teria vida dura no encontro.

Na foto oficial, Carlos foi o único que não estava com a Abrace, pois vestia-se justamente com a camisa do Leão. A provocação feita ao craque fez sucesso e Carlos Guerra Júnior concedeu entrevista à imprensa tocantinense, como pode ser vista no site esportemais.tv.

Para completar o brilhantismo da participação tricolor, o gerente de comunicação e marketing foi o escolhido, para substituir Romário no time da Abrace, quando restava 10 minutos para acabar o jogo. Nesse momento, Carlos brincou com o “Baixinho”, dizendo que estava saindo Romário, para entrar o ‘clone’ de Cícero Ramalho. Romário respondeu: “Então, faça bonito”.

Dentro de campo, o futebol apresentado por Carlos Júnior não foi lá essas coisas, tanto é que, com pouco tempo, o técnico Garrincha, radialista da Globo-Piauí, ainda substituiu o “jogador”.

Mas o que valeu foi a lembrança do feito histórico do Tricolor e o sucesso feito pela camisa do Baraúnas, em um evento que contou com nomes importantes da imprensa esportiva do Brasil, como o radialista da Rádio Globo Rio, Eraldo Leite, o presidente da Acern Paulo Nogueira, entre outros. O sucesso foi tanto que muita gente queria adquirir a camisa do Tricolor.

sexta-feira, 13 de maio de 2011

O Centenário quase deixou o Estadual 2011

O desportista Leonardo Rêgo


O Centenário de Pau dos Ferros chegou a mandar um oficio para a FNF comunicando a sua saída do campeonato deste ano. Depois da derrota para o Baraúnas, na 3ª rodada do segundo turno instalou-se uma crise no clube.

Mas, graças ao empenho do prefeito de Pau dos Ferros, o afastamento não aconteceu. Leonardo Rêgo a partir do jogo contra o Alecrim, bancou tudo. Gastou quase 40 mil reais para honrar todos os compromissos. Merece elogios. Outro que ajudou muito, foi o técnico Carlos Gutemberg que em nenhum momento jogou a toalha.

Zé Vanildo também ajudou

O presidente da FNF, José Vanildo, não só ajudou o Centenário, como as demais equipes que estavam acumulando muitas despesas por causa das pequenas rendas. A FNF gastou quase 50 mil com os clubes.

quinta-feira, 12 de maio de 2011

Comparando o ABC no Estadual de 2010/2011


Em 2010, foram 41 pontos ganhos em 20 jogos. Aproveitamento de 68,33 por cento.

Em 2011, foram 55 pontos ganhos em 22 partidas. Aproveitamento de 83,33 por cento.

Em 2010, o ataque marcou 50 gols. Média de 2,50 por jogo.

Em 2011, o ataque marcou 47 gols. Média de 2,14 por partida.

Em 2010, 34 jogadores participaram da campanha. Este ano apenas 23.

Em 2010, foram dois técnicos. Didi Duarte e Leandro Campos. Este ano também, Ivan Ricardo e Leandro Campos.

Em 2010, o total arrecadado foi de R$ 746.505,00. Este ano de R$ 638.477,00.

Em 2010, a renda líquida somou R$ 595.007,60, este ano R$ 384.898,73. Menos R$ 210.108,87.

O público total em 2010 foi de 50.298, média de 5.030 por jogo.

Este ano, o público total foi de 49.626, média de 4.511 por jogo.

É, pelo comparativo, a campanha deste ano foi bem melhor. Que na Série B seja assim.

quarta-feira, 11 de maio de 2011

303 jogadores disputaram o Estadual 2011

Welligton esteve em campo durante 2.060 minutos


O Campeonato Estadual deste ano teve a participação de 303 jogadores. Veja a relação de atletas por clube:

37 jogadores: Coríntians
35 jogadores: ASSU
35 jogadores: América
32 jogadores: Centenário
32 jogadores: Alecrim
31 jogadores: Potiguar
27 jogadores: Palmeira
27 jogadores: Baraúnas
24 jogadores: Santa Cruz
23 jogadores: ABC

Welligton, o que mais jogou

O goleiro do ABC Welligton foi o atleta que mais atuou. Ele esteve em campo nos 22 jogos do Alvinegro. Confira quem mais jogou no Estadual 2011:

22 jogos: Welligton (ABC)
21 jogos: Renatinho Potiguar (ABC)
21 jogos: Paulinho Mossoró (Santa Cruz)
20 jogos: Tiago Garça (ABC)
20 jogos: Rafinha (Santa Cruz)
20 jogos: Pio (ABC)
19 jogos: Michell (Santa Cruz)
19 jogos: Didi Potiguar (Santa Cruz)
18 jogos: Wlademir (Santa Cruz)
18 jogos: Róbson (Santa Cruz)
18 jogos: Róbson (América)
18 jogos: Messi (Palmeira)
18 jogos: Marciano (Santa Cruz)
18 jogos: Leandrão (ABC)
18 jogos: Jáckson (ABC)
18 jogos: Da Silva (Alecrim)
18 jogos: Baiá (Centenário)

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Árbitro da final não sabe preencher súmula

Vuaden, da FIFA, sem saber preencher súmula. Foto: Eduardo Maia


O árbitro gaúcho, da Federação Gaúcha, da CBF, da FIFA, Leandro Pedro Vuaden não cumpre as normas e regras contidas no Manual de Súmulas publicado pela CBF e exigências da Comissão Nacional de Árbitros.

Ele cometeu erros nas substituições. Na súmula consta que Cascata saiu para a entrada de Éderson. Confesso que não vi essa substituição. Eu anotei a saída de Irineu para a entrada de Leonardo, a de Reinaldo para a de Ricardo Oliveira e a de Gabriel para a Jáckson.

Pelo lado do Santa Cruz, ele anotou que saiu Michell para a entrada de Jonatha. Consta nas minhas anotações a saída de Paulinho Mossoró para a entrada de Alvinho, a de André Luiz para a de Wlademir e a de Didi Potiguar para a de Felipe Alves.

E agora, eu homologo no meu caderno de anotações, o que consta na súmula ou o que eu vi no estádio? Outro detalhe reprovável, ainda no campo das substituições. Ele escreveu apenas o primeiro nome de cada atleta. A recomendação é colocar pelo menos dois.

No campo das advertências, ele borrou. Você pode ver na imagem abaixo. Em cima, no campo HORÁRIOS, ele desconheceu a hora oficial de Brasília. Quando a bola ia rolar eu acionei o serviço 130 para saber a hora certa. Eram 17h12min. Esse foi o horário do início do 1º tempo. Pela a hora de Brasília, o 2º tempo começou as 18h18min. Ele anotou 18h07min.

Será que vale a pena pagar tão cara para se ver tão pouca qualidade? Em campo também não foi essas arbitragens todas, não. Preferia Ítalo Medeiros de Azevedo. Pelos menos, a súmula ele teria preenchido de forma correta e precisa.



Clique na imagem para aumentar

Leandro Campos entre os melhores da História

Leandro Campos, bicampeão estadual no RN


O técnico Leandro Campos entrou para a história dos campeonatos estaduais do Rio Grande do Norte por ter conquistado 55 pontos em 66 possíveis. O aproveitamento dele é de 83,33 por cento, o mesmo aproveitamento de Pedrinho Albuquerque com o Coríntians em 2001. O melhor aproveitamento da história continua sendo o de João Avelino do ABC em 1976. Ele conquistou 90% dos pontos disputados. Veja mais:

90,00% - João Avelino em 1976 com o ABC
87,18% - Ferdinando Teixeira em 2003 com o América
85,71% - Baltazar Germano em 1997 com o ABC
85,42% - Flávio Lopes em 2005 com o ABC
83,33% - Pedrinho em 2001 com o Coríntians
83,33% - Leandro Campos em 2011 com o ABC


Os Números do Campeonato Estadual 2011

O ABC sobrou na competição. Foto: Eduardo Maia/dnonline


Terminou mais um Estadual de futebol no Rio Grande do Norte. O ABC foi o grande vencedor. Foram três meses de muitas emoções nas sete cidades com representantes. Foram 94 jogos de poucos gols, mas que alegraram os torcedores. Confira os principais números do Estadual 2011:

Classificação Geral

1º - ABC 55 pontos
2º - Santa Cruz 43 pontos
3º - América 37 pontos
4º - Palmeira 27 pontos
5º - Baraúnas 24 pontos
6º - Potiguar 18 pontos
7º - Coríntians 18 pontos
8º - ASSU 17 18 pontos
9º - Alecrim 16 pontos
10º - Centenário 12 pontos

Balanço geral

Total de jogos: 94
Gols marcados: 232
Média por jogo: 2,47

Principais artilheiros

10 gols: Quirino (Santa Cruz)
10 gols: André Neles (América)
09 gols: Éderson (ABC)
09 gols: Cascata (ABC)
08 gols: Leandrão (ABC)
07 gols: Nino (Palmeira)
07 gols: Adalgiso (Baraúnas)

Resumo das rendas

Total de renda: R$ 1.412.144,50
Jogos computados: 86
Média por jogo: 16.420,00

Maiores rendas

R$ 183.479,00 (ABC 3x1 Santa Cruz)
R$ 179.720,00 (América 0x1 ABC)
R$ 155.730,00 (ABC 1x0 América)
R$ 83.880,00 (Santa Cruz 4x0 ABC)

Menores rendas

R$ 325,00 (Centenário 2x1 ASSU)
R$ 395,00 (Coríntians 1x2 Baraúnas)
R$ 410,00 (ASSU 2x5 Potiguar)
R$ 580,00 (Centenário 0x0 Coríntians)

Resumo dos públicos

Total de público: 107.643
Jogos computados: 86
Média por jogo: 1.252

Maiores públicos

12.193 pagantes (América 0x1 ABC)
11.164 pagantes (ABC 3x1 Santa Cruz)
9.401 pagantes (ABC 1x0 América)
5.799 pagantes (ABC 2x1 Santa Cruz)

Menores públicos

42 pagantes (Centenário 2x1 ASSU)
48 pagantes (Coríntians 1x2 Baraúnas)
76 pagantes (Centenário 0x0 Coríntians)
80 pagantes (ASSU 2x5 Potiguar)

Curiosidades

No Estadual deste ano foram distribuídos 624 cartões. Sendo 570 amarelos e 54 vermelhos. A equipe mais disciplinada foi o América. Já a mais indisciplinada foi a do ASSU.

Quirino do Santa Cruz e André Neles lideram a artilharia com 10 gols. Curioso é que o Quirino só marcou no primeiro turno e André Neles só no segundo.

Pablo Ramon e Suélson Diógenes foram os árbitros que mais apitaram. Cada um arbitrou nove jogos.

O árbitro que distribuiu mais cartões foi Reginaldo Gomes da Silva. 74 no total, sendo 64 amarelos e 10 vermelhos.

Marcinho do Coríntians fez o primeiro gol. Jáckson do ABC fez o último.

O técnico Wassil Mendes do Santa Cruz foi o único treinador que atuou em todos os jogos do seu clube.

Os Números do ABC, bicampeão 2010/2011

ABC conquista mais um Estadual. Foto: Eduardo Maia, dnonline


Ontem o ABC venceu ao Santa Cruz por 3 a 1, no Estádio Frasqueirão. Com o resultado, o Alvinegro da capital conquistou o bicampeonato. Confira todos os números da campanha deste ano:

Resumo da campanha

O clube do povo foi absoluto, apesar de ter perdido o Primeiro Turno, deu a volta por cima, venceu o segundo e o campeonato. O aproveitamento foi de 83,33%. No ano passado, a campanha abcedista foi de 68,33 por cento. A equipe do bicampeonato só perdeu para o Santa Cruz em três oportunidades. Saiba mais:

Pontos ganhos: 55
Jogos: 22
Vitórias: 18
Empates: 01
Derrotas: 03
Aproveitamento: 83,33%
Gols pró: 47
Gols contra: 15
Saldo de gols: 32

Renda e público

Também liderou no quesito renda e público. O total arrecadado passou dos 600 mil reais. Em matéria de público, 46% de todo o campeonato pertence ao ABC. Quase 50 mil pagantes nas 11 apresentações. A média é superior a 4 mil por jogo. Veja abaixo o resumo:

Total de renda bruta: R$ 638.477,00
Jogos como mandante: 11
Média por jogo: R$ 58.043,00

Total de público pagante: 49.626
Jogos como mandante: 11
Média por jogo: 4.511

Artilheiros

09 gols: Éderson
09 gols: Cascata
08 gols: Leandrão
05 gols: Gabriel Potiguar
04 gols: Tiago Garça
03 gols: Reinaldo
02 gols: Ray
02 gols: João Paulo
02 gols: Irineu
01 gol: Renatinho Potiguar
01 gol: Jáckson
01 gol: Alessandro Lopes

Jogadores que atuaram

O Alvinegro usou 23 jogadores na campanha do bicampeonato. O goleiro Welligton participou de todos as partidas. Léo Olinda e o garoto das bases, Denner, atuaram apenas uma vez. Veja a relação de todos os jogadores com os respectivos jogos:

22 jogos: Welligton
21 jogos: Renatinho Potiguar
20 jogos: Tiago Garça
20 jogos: Pio
18 jogos: Leandrão
18 jogos: Jáckson
17 jogos: Gabriel Potiguar
17 jogos: Éderson
17 jogos: Cascata
17 jogos: Basílio
16 jogos: Reinaldo
14 jogos: Renatinho Carioca
14 jogos: Irineu
14 jogos: Bileu
13 jogos: Ray
13 jogos: Alessandro Lopes
09 jogos: Ricardo Oliveira
08 jogos: Totonho
05 jogos: Leonardo
05 jogos: China
04 jogos: João Paulo
01 jogo: Léo Olinda
01 jogo: Denner

Os técnicos

20 jogos: Leandro Campos
02 jogos: Ivan Ricardo

Disciplina

Dos 23 jogadores que atuaram na campanha do título, 19 foram advertidos ou expulsos. Ao todo, o Mais Querido levou 58 cartões, sendo 56 amarelos e dois vermelhos. Confira a lista:

Cartões amarelos

09 cartões: Basílio
06 cartões: Leandrão
05 cartões: Tiago Garça
05 cartões: Renatinho Potiguar
04 cartões: Reianldo
04 cartões: Bileu
03 cartões: Irineu
03 cartões: Cascata
03 cartões: Alessandro Lopes
02 cartões: Totonho
02 cartões: Pio
02 cartões: Jáckson
02 cartões: Gabriel Potiguar
01 cartão: Welligton
01 cartão: Ricardo Oliveira
01 cartão: Renatinho Carioca
01 cartão: João Paulo
01 cartão: Éderson
01 cartão: Denner

Cartões vermelhos

02 cartões: Leandrão

domingo, 8 de maio de 2011

As campanhas e os confrontos da Final 2011


ABC e Santa Cruz tem campanhas distintas. O Alvinegro venceu o segundo turno sem a necessidade de final. O Tricolor foi o campeão do primeiro turno. No geral, o time da capital somou mais pontos. Tem aproveitamento melhor. Uma vantagem que o time do interior tem é a artilharia de Quirino, que já marcou 10 gols. Veja o resumo das campanhas:

ABC

Pontos ganhos: 52
Jogos: 21
Vitórias: 17
Empates: 01
Derrotas: 03
Aproveitamento: 82,54%
Gols pró: 44
Gols contra: 14
Saldo de gols: 30

Artilheiros

09 gols: Éderson
08 gols: Cascata
07 gols: Leandrão
05 gols: Gabriel Potiguar
04 gols: Tiago Garça
03 gols: Reinaldo
02 golS: Ray
02 gols: João Paulo
02 gols: Irineu
01 gol: Renatinho Potiguar
01 gol: Alessandro Lopes

Média de público no Frasqueirão: 3.846 pagantes/jogo.

Santa Cruz

Pontos ganhos: 43
Jogos: 21
Vitórias: 13
Empates: 04
Derrotas: 04
Aproveitamento: 68,25%
Gols pró: 36
Gols contra: 18
Saldo de gols: 18

Artilheiros

10 gols: Quirino
05 gols: Paulinho Mossoró
05 gols: Felipe Alves
05 gols: Didi Potiguar
04 gols: Marciano
04 gols: Alvinho
01 gol: Róbson
01 gol: Pantera
01 gol: Michell

Média de público no Iberezão: 1.000 pagantes/jogo.

Confrontos de ABC x Santa Cruz

O primeiro jogo entre ABC e Santa Cruz aconteceu em 2004, um amistoso no recém inaugurado Iberezão. O Alvinegro venceu por 1 a 0, gol de Washington. Desde então, em confrontos válidos pelas competições organizadas pela FNF, já se enfrentaram 23 vezes. Com vantagem de cinco vitórias para o time da capital. O curioso é que das 23 partidas já realizadas aconteceu apenas um empate de 0 a 0. Confira os números:

Total de jogos: 23
Vitórias do Santa Cruz: 07
Vitórias do ABC: 12
Empates: 04
Gols do Santa Cruz: 27
Gols do ABC: 34
Saldo pro ABC: 07

Artilheiros do Santa Cruz

04 gols: Quirino
04 gols: Didi Potiguar

Artilheiros do ABC

04 gols: João Paulo
04 gols: Sérgio Alves

sábado, 7 de maio de 2011

Pantera, o rei do interior potiguar


 Pantera, Foto: Frankie Marcone
 
O zagueiro Pantera pode ser considerado como o rei do interior.

O zagueirão conquistou três títulos estaduais por clubes do interior.

Primeiro, em 2001 com o Coríntians de Caicó.

Depois veio a conquista com o Baraúnas em 2006.

E por último, o tricampeonato em 2009 pelo o ASSU.

Este ano, o natalense, cria do América busca a quarta conquista pelo interior.

Pantera também foi campeão estadual em 1996 defendendo o América.

ABC tem dificuldades em jogos decisivos

Frasqueirão, estádio do ABC


Desde a inauguração do Frasqueirão em 2006, que o Alvinegro não se apresenta bem em jogos decisivos. Foi assim em 2006, no primeiro jogo da Final da Copa RN, o América venceu por 3 a 1. Sendo campeão no jogo da volta disputado no Machadão, quando houve empate de 1 a 1.

Dois anos depois, pela final do Estadual, não conseguiu vencer o Potiguar de Mossoró. Empatou de 2 a 2. Se não fosse o resultado igual em Mossoró teria perdido o campeonato. Ainda em 2008, foi eliminado da Copa do Brasil pelo Madureira nos pênaltis depois de empatar de 1 a 1.

Na final do segundo turno de 2009, perdeu de 1 a 0 para o Potyguar de Currais Novos, perdendo a chance de decidir a competição com o ASSU.

No ano passado foi campeão com derrota para o Coríntians de Caicó. O Galo do Seridó venceu de 2 a 1, mas havia perdido de 5 a 1 no jogo disputados no interior. No segundo semestre, conquistou o Campeonato da Série C, mas não conseguiu vencer o Ituiutaba. O empate de 0 a 0 bastou.

Já no final do ano, novo tropeço. Perdeu o Campeonato do Nordeste para o time reserva do Vitória da Bahia pelo placar de 2 a 1. São resultados adversos que o Santa Cruz pode tirar proveito desse histórico.

Resumo de fracassos

2006 – ABC 1x3 América (final da Copa RN)
2008 – ABC 1x1 Madureira (Copa do Brasil)
2008 – ABC 2x2 Potiguar-M (final do Estadual)
2009 – ABC 0x1 Potyguar (final do 2º Turno do Estadual)
2010 – ABC 1x2 Coríntians (final do Estadual)
2010 – ABC 0x0 Ituiutaba (final da Série C)
2010 – ABC 1x2 Vitória (final do C. do Nordeste)

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Público de cada clube no Estadual 2011


Na contagem regressiva para terminar o Estadual deste ano, apresentamos o quadro de público pagante do campeonato. Foram 85 jogos com presença do público pagando ingresso.

Tivemos 08 preliminares. Seis em Natal e duas em Mossoró. Nesse caso só computamos o jogo principal. A média é a pior dos últimos 08 anos. Apenas 1.135 pagantes por partida.

Contando apenas os jogos realizados em Natal, 22 no total, a média é de 2.811 pagantes. No interior, foram 63 partidas, á média ficou em 550 pagantes para cada apresentação. Veja mais:

Resumo capital x interior

Total de público na capital: 61.850
Jogos disputados na capital: 22
Média por jogo na capital: 2.811

Total de público no interior: 34.629
Jogos disputados no interior: 63
Média por jogo no interior: 550


Clique na imagem para aumentar

quinta-feira, 5 de maio de 2011

A arbitragem do Campeonato Estadual 2011


No futebol, a arbitragem é o ponto mais questionado. Muitos comentam sem buscar números, por isso preparei um levantamento inédito sobre a arbitragem do Estadual do Rio Grande do Norte. Primeiro, Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro e Suélson Diógenes de França Medeiros foram os que mais apitaram. Cada um apitou 09 partidas. Entre os que menos apitaram estão: Gean Carlos de Lima, Evandro Rogério Roman (PR) e Célio Amorim (SC), cada um apitou apenas um jogo.

Reginaldo Gomes da Silva foi o que mais advertiu. Ele aplicou 64 cartões amarelos. Tarso Rocha Lula Pereira, o que menos advertiu. Apenas três vezes, sendo também o que menos mostrou cartão em todo o campeonato. O rei do cartão vermelho é Reginaldo Gomes. O cearense levantou a placa vermelha 10 vezes. Entre os 21 árbitros que arbitraram no Estadual, ele foi o que mais apareceu com cartão na mão. 74 no total.

Lenílson de Lima e Emanuel Eduardo Marinho foram os que menos expulsaram. Um jogador cada árbitro. Já os profissionais Leandro Saraiva Dantas de Oliveira, Antônio Márcio da Silva Rosário, Carlos José da Silva, Evandro Rogério Roman, Célio Amorim e Tarso Rocha Lula Pereira não expulsaram nenhum jogador. Veja mais no quadro abaixo:


Clique na imagem para aumentar

A disciplina do Campeonato Estadual 2011


Faltando apenas uma partida para o Estadual Potiguar deste ano ser concluído, preparamos um resumo da disciplina da competição.

Ao longo dos 93 jogos já realizados, foram distribuídos 565 cartões amarelos. A média é de 6,07 por jogo. 211 atletas foram advertidos ou expulsos. O time mais advertido foi o Baraúnas, com 63 cartões amarelos. O Centenário o menos advertido.

42 jogadores das 10 equipes foram expulsos. Ao todo foram mostrados 53 cartões vermelhos. A média é de 0,57 expulsão por partida. O América fica com o título de equipe mais disciplinada. Já o ASSU com o de mais indisciplinada. Veja mais no quadro:

Clique na imagem para aumentar


quarta-feira, 4 de maio de 2011

Classificação Geral e atualizada do Estadual


Não consigo entender por que a classificação que vejo em Blogs e Sites são diferentes da real. Gente, como não contar os pontos dos jogos da Final do Primeiro Turno e contar os gols de Quirino nessa mesma Final? Classificação geral já está dizendo, são todos os jogos computados. Pois, eu faço assim: Confira como está a classificação geral do Estadual:





Clique na imagem para aumentar

A Seleção do Estadual Potiguar 2011

O melhor zagueiro nascido no RN dos últimos 10 anos


Está perto de terminar mais uma edição do Estadual do Rio Grande do Norte. E com isso, me antecipo, como sempre, apresentando a Seleção do Campeonato. Aliás, a FNF deveria fazer esse trabalho de eleger os melhores das suas competições. A Imprensa podia colaborar para isso. Mas, vamos lá então com a minha:

Goleiro

Sílvio do América. Jogou pouco, mas mostrou-se ser um bom goleiro.

Ala-direita

Rafinha do Santa Cruz. Esse paraibano de Campina Grande fez a diferença para o Santa Cruz pelo lado direito.

Zagueiros

Pantera do Santa Cruz e Róbson do América. Os dois melhores da posição. Pantera, cria do América, é o melhor zagueiro norte-rio-grandense dos últimos 10 anos. Róbson, o melhor dos que vieram de outros estados.

Ala-esquerda

Ivan Gonzalez do América. Jogou pouco, menos ainda pela ala, mas, mostrou que conhece mais os atalhos do campo por essa posição.

Volantes

Róbson do Santa Cruz e Nino do Palmeira. O primeiro, tornou-se o melhor em termos de marcação neste campeonato. O segundo se destacou mais pelos gols que marcou.

Meias

Paulinho Mossoró do Santa Cruz e Cascata do ABC. Paulinho é uma das principais armas do Tricolor do Inharé. Cascata dispensa comentários.

Atacantes

Quirino do Santa Cruz e André Neles do América. O baixinho de Barbalha provou mais uma vez que sabe fazer gols. E Ainda briga pela a artilharia isolada. Já o do América jogou apenas o Segundo Turno, mostrando-se o melhor atacante do América neste certame.

Técnico

Wassil Mendes do Santa Cruz. Treina um time com pequenos investimentos em relação a ABC e América chegando a Final da competição.

Técnico revelação

Voto em dois. Zezinho Mossoró do Baraúnas e Marcos Manoel do Palmeira. O primeiro pegou um time montado e com bons jogadores, se não fosse sua punição poderia ter ido mais longe. O do Palmeira teve um apoio financeiro dos dirigentes de Goianinha, levando um time mediano a 4ª posição.

Jogador revelação

Voto em três. Adalgiso do Baraúnas, Felipe Alves do Santa Cruz e Neto do América. Os três são crias das categorias de base. Foram gratas surpresas.

Melhor árbitro

Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro. Gostei muito do trabalho dele. Essa é uma jovem promessa da arbitragem potiguar.

Dirigente

Flávio Anselmo do ABC. Calmo, sempre mantendo a tranqüilidade ao se pronunciar sobre os rumos do seu clube. E isso conta muito.

Nota: Depois deste Post, os demais meios de comunicação vão começar a escolher suas seleções, levando sempre em consideração esta já apresentada.

Os principais artilheiros do Estadual 2011

André Neles do América tem 10 gols. Foto: Aldair Dantas (Tribuna do Norte)


O Estadual do Rio Grande do Norte deste ano já teve 93 jogos. Foram marcados 228 gols. A média é de 2,45 por jogo. 96 jogadores das 10 equipes marcaram os gols. Um detalhe curioso no quadro de artilheiros é que não houve nenhum gol contra.

O time que teve mais jogadores artilheiro é o América. Do elenco alvirrubro, 16 atletas comemoraram pelo menos um gol. Já do elenco do Centenário, apenas 06 jogadores marcaram neste campeonato. Esse levantamento é feito de acordo com os dados das súmulas. Confira a lista dos principais goleadores do Estadual:

10 gols: Quirino (Santa Cruz)
10 gols: André Neles (América)
09 gols: Éderson (ABC)
08 gols: Cascata (ABC)
07 gols: Leandrão (ABC)
07 gols: Nino (Palmeira)
07 gols: Adalgiso (Baraúnas)
06 gols: Leonardo Pirangi (ASSU)
05 gols: Gabriel Potiguar (ABC)
05 gols: Paulinho Mossoró (Santa Cruz)
05 gols: Felipe Alves (Santa Cruz)
05 gols: Didi Potiguar (Santa Cruz)
05 gols: Júnior Juazeiro (Coríntians)

terça-feira, 3 de maio de 2011

Renunciar é a melhor saída para ambos

O América não quer jogar no "Lamão"


Os presidentes de América e Alecrim precisam renunciar. Pois, do jeito que estão podem nem participar das competições nacionais deste ano. O América nem tanto, mas o Alecrim corre um risco grande.

Os atuais dirigentes de América e Alecrim cutucaram o rival ABC demais. E o que é pior: sabendo que a qualquer momento precisariam do mesmo. No caso, do estádio Frasqueirão.

O presidente do América, Clóvis Emídio disse que jogar no “Lamão” era programa de índio. Desse jeito, o América está perto de ir jogar no brejo!

Já o do Alecrim falou, esse foi no Rádio, expressou seu repúdio com o Rival falando que o Frasqueirão ia sediar a Copa do Mundo de 2014. O Verdão corre o risco de não jogar nem no brejo.

Outro dirigente do América, falou que quando vai à praia, usa outro caminho para não passar em frente ao Frasqueirão. Atitude de índio mesmo!

Resumindo: programa de índio é colocar numa rádio os três falando ao mesmo tempo. Aí sim, eu digo, isso aqui é programa de índio. Genuinamente!

Então, esse tipo de dirigente precisa renunciar com urgência. No América assumiria alguém sem radicalismo. Como Jussier Santos. Gente, futebol é negócio. América e Alecrim precisam jogar no Frasqueirão. É bom para os três, é bom para a torcida, Imprensa, FNF, visitantes, entre outros.

No Alecrim, também do mesmo jeito. O Radialista Aquino Neto seria o nome ideal. O problema do Alecrim é pior ainda, eu acho. Tira toda essa diretoria que está aí e coloca pessoas que tenham bons relacionamentos com os dirigentes do ABC. Assim, o Verdão joga lá, caso contrário se acaba.

domingo, 1 de maio de 2011

Os melhores e piores treinadores do Estadual

Andrey Valério teve o pior aproveitamento


O Estadual deste ano teve 26 treinadores comandando as 10 equipes. Preparamos um levantamento de todos e constatamos os piores e os melhores. Levando em consideração o desempenho de cada um.

Ivan Ricardo e Vladimir de Jesus disputaram dois jogos e venceram ambos, aparecendo com 100% de aproveitamento. Júnior Xavier também só disputou duas partidas. Os melhores com um números maior de jogos estão Leandro Campos e Wassil Mendes.

Entre os piores estão Andrey Valério com 0% de aproveitamento nas duas partidas que disputou. Edinho Cardoso e Lourival Silva vem em seguida com aproveitamentos muito baixos. Veja os detalhes:

Os melhores aproveitamentos

100% Ivan Ricardo (ABC)
100% Vladimir de Jesus (América)
79,63% Leandro Campos (ABC)
66,67% Wassil Mendes (Santa Cruz)
66,67% Flávio Lopes (América)
66,67% Júnior Xavier (Potiguar)
62,50% Dado Cavalcanti (América)
61,90% Zezinho Mossoró (Baraúnas)

Os piores aproveitamentos

0,00% Andrey Valério (Centenário)
6,67% Edinho Cardoso (Baraúnas)
6,67% Lourival Silva (Centenário)
13,33% Anax Morais (Alecrim)
14,28% Neto Matias (ASSU)
25,00% Zé Carlos Amaral (Potiguar)
26,27% Silva de Ouro (Coríntians)